terça-feira, 21 de agosto de 2012

Mais uma vez, Barcelona e Real Madrid vão parar o mundo do futebol para decisão da Supercopa da Espanha




Vem ai Real Madrid e Barcelona, decisão da Supercopa da Espanha, cada vez mais frequente, o clássico dos clássicos não perde sua rivalidade pela sequência de confrontos, contrário, a cada jogo ganha um pitada a mais nessa rivaliadade histórica.
Temporada anterior quando se falava no duelo, vinha a cabeça Mourinho e Pep, o português sempre mais provocador, e o espanhol mais sereno, preferia responder em campo as provocações feitas pelo treinador merengue, mas tem um diferencial para o novo confronto, quem está no comando da equipe catalã não é mais Pep Guardiola, e sim Tito Vilanova, e digamos que o ex-auxiliar técnico não seja tão calmo como Guardiola, prova disso que no último encontro pela Supercopa da Espanha protagonizou uma das cenas mais comentadas do clássico, quando Mourinho colocou o dedo no olho do então auxiliar-técnico Vilanova, depois de desentedimentos e gerou muita confusão, e confusão essa que rendeu até recentemente, já que a torcida culé chegou a pedir que o Barcelona entrasse em campo com o time B para o confronto contra o Real Madrid, isso porque o treinador do Madrid não foi punido e poderá comandar o time do banco de reservas.




Se o novo confronto fora das quatro linhas vai trazer mais capítulos, isso será quase que certo, mas em campo, quando se fala em Barça e Real, logo imaginamos o duelo entre Messi e Cristiano Ronaldo, tudo bem que eles não pensam assim, para ambos o importante é a equipe, mas a torcida e a imprensa não pensa e nem age assim, logo estão nas capas dos jornais Messi contra CR7, e logo vira um duelo a parte, hoje considerados os melhores do mundo, Cristiano e Messi concorrem mais uma vez pelo prêmio, e talvez dos últimos 3 anos quando o argentino levou o prêmio, esse seja o mais disputado e as chances do português levar, é grande, mas deixamos Messi e CR7 de lado e falemos dos elencos, o Barça já tinha um grande time e tratou de se reforçar, Jordi Alba chegou do Valencia e Song do Arsenal, além da volta de David Villa que ficou oito meses fora dos gramados, enquanto isso o Real não trouxe ninguém, muito cobiçado Modric é o que está mais perto, mas ainda não chegou, com a saída de Sahin e a eminente saída de kaká, o Real é o mesmo da temporada passada, a mudança confirmada para o confronto de quinta vai ser sentida, um dos que sempre chamam a atenção, o zagueiro Pepe sofreu choque com Casillas no confronto contra o Valencia pela Liga BBVA, e é certo sua ausência para o jogo, Albiol substitui o luso-brasileiro.


Conquistar a Supercopa da Espanha que é realizada desde 1982 é importante, significa começar a temporada com um titulo, e ainda mais se essa decisão for entre Real e Barça, além de ser o clássico que movimenta o mundo, o Real quer diminuir a diferença de títulos, já que com 10 conquistas o Barça é o maior campeão, e também o time mais vezes a disputar a final, ao todo os catalães chegaram 17 vezes a final, o Real chegou a 12, conquistando 8 vezes.








Postado por:Ione Freitas

2 comentários:

Raniery Medeiros disse...

O mundo vai parar para assistir Barça x Real.

Realmente, começar com um título é bom. Em cima do Real, é bem melhor.

Mais uma vez as atenções voltadas para o duelo Messi x C. Ronaldo.
Essa questão é mais da mídia do que dos citados.

Eu, com certeza, vou estar ligado na telinha.

Ione, parabéns pelo post.
Além de bom, foi importante.
Já que retratou não apenas um título, mas uma rivalidade que vem crescendo, ainda mais, nos últimos anos.

21 de agosto de 2012 11:35
PontaPé inicial disse...

Concordo com você Raniery, o Real começar com um titulo seria super importante para os merengues!

Muito obrigada pelo comentário.
Abraços.

21 de agosto de 2012 11:43

Postar um comentário